Bem-vindo ao Portal do Vale do Ave Região Digital

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)

menu

sondagem

(a consultar sondagem...)

missão

  • Enviar a um amigo
  • Imprimir
  • Versão PDF

Enquadramento do Projecto na Sub-Região do Vale do Ave (NUT III/ Ave)

A Sub-Região NUT III/ Ave compreende uma área total de aproximadamente 1246,2 Km2 e é composta por oito municípios: Vieira do MInho, Póvoa de Lanhoso, Fafe, Guimarães, Vizela, Vila Nova de Famalicão, Santo Tirso e Trofa. Embora se preveja, como antes se refere, que esta configuração territorial possa vir a ser alterada, com a entrada dos Municípios de Cabeceiras de Basto e de Mondim de Basto.

Apesar de não abranger uma área muito extensa, o Ave tem a particularidade de apresentar uma densidade populacional cerca de quatro vezes maior do que a média nacional. Actualmente, o número de habitantes ronda os 512,600 mil, o que a torna a segunda região mais importante do Norte do País, logo a seguir ao Grande Porto. A sua proximidade em relação à área Metropolitana do Porto torna-a uma região acessível ao sistema de auto-estradas nacionais e aos mercados europeus, situação que tem vindo a melhorar, felizmente, com a entrada em funcionamento da A7 e a A11.

O seu modelo territorial caracteriza-se, fundamentalmente, pela dispersão da habitação e do emprego, localizando-se estes ao longo das vias de comunicação e dos cursos de água, com concentrações nas sedes dos pólos urbanos de recente crescimento.

Em termos demográficos, a região do Vale do Ave possui o estatuto de “reserva de população jovem do país “, pois cerca de 37% da sua população tem menos de 24 anos. Acresce que o índice de envelhecimento do Ave se situa nos 50%, enquanto que no Norte é de 67,8% e no País de 88,5%.

Mais do que uma pequena e populosa região do Noroeste de Portugal, o Vale do Ave é uma região extremamente dinâmica e produtiva, com uma componente industrial fortíssima, que a torna num dos motores da economia nacional. No que concerne ao número de empresas e ao emprego nos sectores secundário e terciário, situa-se em segundo lugar na Região Norte.

Para além do plano económico, a região também demonstra um acentuado dinamismo cultural, desportivo e associativo, que vem gerando, especialmente nas cidades, grandes centros de actividade cultural, e a proliferação de iniciativas culturais de carácter popular e erudito, de grande qualidade, e com prestígio nacional e mesmo internacional.

No entanto, uma das debilidades estruturais do Ave é a baixa instrução média dos activos, especialmente a predominância de quadros médios com pouca formação no domínio das novas tecnologias. Sendo de evidenciar, entretanto, o excelente trabalho que, ao nível da Formação Profissional, e das qualificações, nomeadamente do Reconhecimento, Validação e Certificação das Competências adquiridas ao longo da vida, tem vindo a ser conseguido por Associações de Desenvolvimento Local e Regional, Empresas e CRVC de Competências na Região.

Nesta perspectiva, considera-se urgente e prioritária a promoção da comunicação e da informação digital, como elementos essenciais na criação e posse de informação. Para tal, é importante utilizar a Internet e as novas Tecnologias da Informação como factores determinantes na geração de conhecimento e do consequente aumento do nível médio do esclarecimento da população.

Neste contexto, a implementação do “Vale do Ave Região Digital” em todos os municípios da região justifica-se, plenamente, pois, tendo em atenção a situação estrutural do Vale do Ave e a importância das suas actividades económicas e sociais, o mesmos terá um contributo fundamental para a construção de uma nova imagem de qualidade e atractividade.

 

O projecto “Vale do Ave Região Digital” enquadra-se plenamente na estratégia SIAVE – Sociedade de Informação no Vale do Ave, que tem como principais vectores de orientação:

  • Mobilizar toda a região para a implementação da Sociedade da Informação no Vale do Ave;
  • Promover todas as competências necessárias para o êxito da Sociedade da Informação no Vale do Ave.

E como objectivos:

  •  Reformular o quadro de relacionamento institucional do Ave;
  • Melhorar as ferramentas de apoio à Decisão, no quadro do desenvolvimento regional;
  • Contribuir para a construção de uma imagem sustentada de modernidade do Vale do Ave;
  • Aproximar a Administração Pública, regional e local, dos Cidadãos;
  • Promover condições para uma cidadania plena das Entidades e da população do Vale do Ave na Sociedade da Informação;
  • Observar e acompanhar o processo de criação da Sociedade da Informação no Vale do Ave.

(SIAVE – Programa Geral 2000-2006)

 

Entretanto a AMAVE tem em curso, neste momento, a elaboração de um Plano de Acção 2007-2013, através do qual pretende dispor de um documento com capacidade para fundamentar as Opções de Desenvolvimento da Região, no período de vigência do QREN 2007-2013.

 

Por isso, e neste contexto, o projecto que, uma vez reformulado, agora se apresenta é, de facto, a 1ª fase do Programa Geral da Sociedade de Informação que a AMAVE tem, numa perspectiva de 2013.

Vale do Ave Região Digital
 

Memória Descritiva

Secção I – Identificação
I.1 Designação da Região Digital

Vale do Ave Região Digital

I.2 Promotor da Candidatura
Associação de Municípios do Vale do Ave - AMAVE

Pessoa de Contacto – Manuel Ferreira
Cargo – Administrador Delegado
Morada – R Capitão Alfredo Guimarães nº1 – 4800-019 - Guimarães
Telf – 253422400
Fax – 253422425
e-mailmanuelferreira@amave.pt
 

Secção II – Apresentação do Projecto
 
II.1 Missão e objectivos
 
Missão: Transformar a Região do Vale do Ave numa Região Digital, através da criação e disponibilização de conteúdos, infra-estruturas e serviços on-line para todos os cidadãos

Objectivos gerais:

  • Dotar a Região do Vale do Ave de infra-estruturas que permitam concretizar a Sociedade de Informação para todos;
  • Mobilizar todas as forças da Sociedade Civil para a Sociedade da Informação;
  • Dotar os cidadãos de competências para a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação;
  • Combater a info-exclusão;
  • Aproximar a Administração Pública dos Cidadãos;
  • Fornecer serviços on-line ao cidadão sob a perspectiva cidadão-cliente;
  • Promover a participação activa no exercício da cidadania;
  • Reunir conhecimento disperso sobre a Região;
  • Promover o património cultural da região;
  • Promover uma imagem de modernidade do Vale do Ave;
  • Equipar a região com infra-estruturas de base tecnológica para futuros projectos. 

II.2 Composição do projecto
O Projecto Ave Digital é composto por um conjunto de Sub-Projectos integrados e complementares, considerados indispensáveis para a prossecução dos objectivos propostos:

Vertente 1 – Dinamização Regional

Sub-projecto 1.1 – Divulgar e Descobrir a Região

1.1.1 - Portal Regional – Conhece o Ave

Vertente 2 – Governo Electrónico em Banda Larga

Sub-projecto 2.1 – Governo Electrónico Autárquico

Vertente 4 – Infraestruturas

Sub-projecto 4.1.- Plataforma Tecnológica Regional

Sub-Projectos Sectoriais e Locais

Sub-projecto SL.1 – Qualidade Ambiental

Sub-projectos de Sensibilização e Mobilização

Sub-projecto SM1 – Agente Móvel de Sensibilização

Estrutura de Gestão

Sub-projecto UG.1 – Gestão do Projecto

Para cada Sub-Projecto foram estabelecidos acordos de parceria com os players mais representativos da Região, por forma a garantir o seu empenhamento no bom desenvolvimento dos mesmos e a correcta endogeneização das mudanças introduzidas, maximizando, assim, as condições da sua futura sustentabilidade.

Com este regime de parcerias, pretendemos envolver toda a região, nas áreas da sua competência, no que se pretende que seja uma estratégia de implementação, acompanhamento e sustentabilidade do projecto, garantindo que o mesmo dá respostas às necessidades das Entidades e dos Cidadãos.